Batata frita: Por que ela faz tão mal? Veja seu valor nutricional

Quem resiste a uma boa porção de batatas fritas? Mordo os lábios só de pensar… E nem precisa ser a maravilhosa tentação crocante em forma de batata do McDonald’s. Mas, você já se perguntou quantas calorias há em uma porção média de batata frita? Pasme, se em 30 gramas, o equivalente a mais ou menos 12 tiras de batatas, há 155 calorias; quanto há em uma porção com mais de cem fatias? Fazendo uma regra de três simples chega-se ao valor de quase 1300 calorias. E se você acrescentar catchup e tomar refrigerante comum (não light), fácil, fácil alcança as 1500 calorias.

Mas, se você for magro (a) e está pensando posso comer a vontade que não vou engordar, ou então: “Preciso mesmo engordar um pouquinho”, saiba que o valor calórico não é o único problema. Dessas 155 calorias (contidas em 30 g), 57% são gordura, 37% são carboidratos e apenas 6% são as proteínas.

Bom, 57% de gordura representa mais que a metade do todo… Só em gordura!! E tem mais… a grande parte dessa gordura toda é representada por gordura saturada. Há, ainda, algumas batatas – daquelas congeladas – que contém muita gordura trans, devido à gordura hidrogenada adicionada, o que garante a crocância, mas também inúmeras doenças cardíacas e até câncer.

Batata frita: Por que ela faz tão mal? Veja seu valor nutricionalSe a essa altura você já estiver pensando em cortar de vez as french fries de seu cardápio, calma não precisa radicalizar, pois as batatas fritas contém vários minerais como potássio, cálcio, fósforo e magnésio.

Conclusão: Não precisa abandonar a batata frita de sua alimentação, afinal não queremos lhe roubar o prazer de comer batata frita crocante sequinha e quentinha, apenas reduza o número de vezes que a consome, ou tente se contentar com apenas algumas tiras (sei que é difícil), mas a sua saúde agradece, e seu coraçãozinho também.

RESUMINDO TUDO ISSO…
Em 30g de batata frita (12 tiras), há 155 calorias, 57% de gordura (boa parte saturada e trans), 37% de carboidratos e 6% de proteína.

Comentar