Como investir na bolsa de valores pela internet

Como investir na bolsa de valores pela internet

Como investir na bolsa de valores pela internet.
Quem pretende começar a investir na bolsa de valores pela Internet e comprar ações online precisa ter mais do que conhecimentos tecnológicos para operar os softwares de negociação. O primeiro passo é escolher uma boa corretora, que é responsável por executar ordens de compra e venda na Bolsa. Essa interface é obrigatória e necessária para operar. A Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo) tem diversas empresas associadas que estão listadas em seu site, ou você pode ver o nosso comparativo das principais corretoras de investimento.
Mas antes de colocar seu dinheiro na bolsa de valores, o mercado financeiro exige do investidor um período de aprendizado e neste artigo vamos falar de alguns assuntos importantes que você precisa conhecer antes de começar a investir.
Além disso, recomendamos que antes de começar a comprar e vender ações o investidor faça algum curso básico sobre bolsa de valores. Nós do GuiadeInvestimento sugerimos o curso Aprenda a Investir na Bolsa de Valores fornecido pela empresa Cursos24Horas. O curso é todo online em vídeo aulas, custa R$ 40,00 e eles enviam o certificado pelos correios. Uma das melhores relações de custo x benefício entre os cursos avaliados por nós.

Simulador Web – uma opção de treinamento:
Uma boa opção para treinar a compra e venda de ações sem perder dinheiro real, e ir aprendendo a operar no mercado é o simulador Web, uma espécie de jogo virtual. Você pode experimentar como ele funciona nos seguintes endereços: Simulador Folha Invest e Simulador Fator Corretora
O simulador usa dinheiro fictício para fazer aplicações, testar conhecimentos e avaliar as empresas cotadas na Bolsa. O participante se inscreve no site, ganha uma conta com capital fixo virtual e a partir daí ele compra e vende ações dentro dos limites estabelecidos podendo ter noção do retorno das aplicações que fizer. O objetivo do simulador é que o investidor consiga a melhor rentabilidade de sua carteira. O simulador é uma ferramenta importante para criar experiência, testar os indicadores e aproximar a pessoa da realidade.
Se sentindo seguro para investir de verdade? Siga em frente…

Escolher a corretora:
No nosso comparativo das principais corretoras de investimento no Brasil, existe uma relação das corretoras associadas com os respectivos endereços, telefones e sites.

* Como escolher a melhor empresa?

1. Os sites das corretoras devem oferecer os seguintes elementos:
2. Informações com linguagem clara, fácil e atualizada;
3. Atendimento ao investidor por meio de Web, Messenger, e-mail ou telefone;
4. Relatórios sobre o mercado financeiro;
5. Sugestões de compra e venda;
6. Segurança das transações por assinatura digital.

* Como funciona a corretora online?

1. O investidor se cadastra no site e ganha uma senha eletrônica;
2. A empresa abre uma conta-corrente que será gerenciada por ela mesma;
3. É preciso fazer um depósito inicial, que será o capital de investimento inicial. Os valores variam de acordo com a corretora;
4. A empresa cobra taxas para cada operação de acordo com o volume negociado. A tabela com os percentuais deve estar visível no site.

* Como operar?

1. O investidor entra no site da operadora e envia uma ordem de compra ou venda à corretora;
2. Esta, por sua vez, redireciona o pedido pelo sistema webtrader que acessa a home broker da Bovespa, no caso;
3. O tempo entre a ordem e sua concretização é em torno de 30 segundos;
4. A operadora é obrigada a manter o investidor informado, por relatórios, dos resultados.

* Quais as vantagens de operar pelo Home Broker?

1. Agilidade no cadastramento e no trâmite de documentos;
2. Consulta, pelo investidor, a posições financeiras e de custódia;
3. Acompanhamento de sua carteira de ações;
4. Acesso às cotações (algumas corretoras poderão oferecer também notícias e análises sobre o mercado);
5. Envio de ordens imediatas, ou programadas, de compra e venda de ações, no mercado à vista (lote-padrão e fracionário) e no mercado de opções (compra e venda de opções);
6. Recebimento da confirmação de ordens executadas e resumo financeiro (nota de corretagem).

* Formas de investir

1. Individualmente: quando o investidor procura uma corretora, preenche um cadastro virtual e escolhe as ações que vai comprar;
2. Por meio de Fundos de Ações: quando o investidor compra cotas de um fundo de ações administrado por uma corretora, banco ou gestor de recursos independente, autorizado pela CVM (Comissão de Valores Mobiliários);
3. Por Clube de Investimento: quando um grupo de pessoas físicas se reúne e procura uma corretora para constituir um Clube de Investimentos com o objetivo de aplicar recursos em uma carteira de ações.

Comentar