As 10 zonas erógenas masculinas

As 10 zonas erógenas masculinas

Por muito que nos queiram fazer crer que é no meio que está… a virtude, a verdade é que os homens têm mais do que uma zona erógena. Se os fizer pensar durante alguns segundos, conseguirá arrancar uma ou duas, às quais se seguirão muitos “Ah… e atrás da orelha”… “Oh… no umbigo”, ou ainda “Hummm! No dedo grande do pé”. ‘E só preciso puxar um bocadinho pela imaginação!

Segue-se uma lista de dez pontos erógenos masculinos à qual excluímos o mais evidente. É que há que ceder ao óbvio: o imperador de todos os desejos é mesmo o pénis! Felizes explorações!

1 – Peito
Mesmo aqueles que cultivam um ar muito machão gostam de ser acariciados no peito, que brinquem com os pêlos (quem os tenha) e, especialmente, que toquem, mordisquem ou lambam os mamilos. Se tiver cabelo comprido, aproveite e faça-lhe cócegas. Ajude-o a (re)descobrir pontos sensíveis porque muitos homens não fazem ideia do potencial erótico que a pele pode ter. Para ajudar à festa porque não deixar a sua imaginação à solta e pegar num frasco de mel ou chocolate líquido para tornar tudo mais apetitoso? Se não gostarem de ficar um pouco peganhentos, experimente com cubos de gelo!

2 – Pescoço
“Por favor, mordam-me o pescoço!” Ou melhor, mordisca-me o pescoço! Porque é que acha que os vampiros acham esta parte do corpo tão deliciosa? Certo, está bem irrigada de sangue, mas também está implícita uma grande carga erótica (senão não haveria tantas pessoas a fantasiar com viagens à Transilvânia). Não se fique pela nuca, explore a linha do maxilar, a maçã de Adão. Língua e dentes: acção!

3 – Costas
A grande maioria das mulheres gosta de ombros e costas bem definidas (não, não se está a falar daquelas insufladas, tipo Schwarzenegger, no seu auge enquanto Mr. Músculo), quer para beijar, quer para agarrar nos momentos cruciais. Se ele não for grande fã de preliminares e tem a mania que 5 minutos chega e sobra, faça-lhe uma massagem. Vai ver como irá implorar pelo poder milagroso das suas mãos e da sua boca. (Aproveite para lhe dizer ele também está à vontade para retribuir!)
Alterne a língua, com os dentes, pontas dos dedos e unhas. Faça-o perder o norte, com a ajuda de uma pena, um pequeno pincel macio. Resultado garantido. Arrepio na certa! E os ombros, não se esqueça nunca deles. Massagem, língua, dentes… vale tudo!

4 – Cabeça
Comece pelo que os brasileiros chamam de ‘cafuné’, que não é mais do que uma massagem na zona da nuca e no couro cabeludo! Aproveite a hora do banho para oferecer os seus préstimos. Lembra-se do filme ‘África Minha’ no qual Robert Redford lavava o cabelo a Meryl Streep? Ela não parecia extasiada? Inverta os papéis.
Outra zona erógena por excelência são as orelhas. Use e abuse da língua e depois sopre suavemente. Nada de El Niños! O ar quente e suave na pele húmida provoca uma boa sensação. Mordiscar também é bom, mas certifique-se primeiro se ele é fã (um bom indicador é se ele o faz a si).

5 – Pés
Se ele tem cócegas então é porque é uma zona sensível, logo erógena. Massaje-lhe os dez dedos, um por um. Pode pedir coordenadas ou então ver pela satisfação do seu rosto (ou esgar de dor, caso a massagem dê para o torto) se está a carregar nos botões certos. Para ele apreciar estes momentos íntimos prive-lhe do sentido que o poderá distrair. Coloque-lhe uma venda nos olhos, (ou se ele aguentar algo mais ‘hard-core’, porque não umas algemas? (O chicote pode deixar de lado – a não ser que ele implore… muito -, não vá o seu parceiro ficar petrificado de medo quando vir que aproveitou esse momento para extravasar as suas energias negativas) e comece por chupar-lhe e lamber a parte rechonchuda dos dedos.

6 – Joelho
Depois de se ter ocupado dos pés (ou se ele não quiser que se aproxime dessa zona), trate de se esmerar nos joelhos. Explore a parte de trás, aquela pele macia é muito sensível ao toque. Não exagere senão em vez de o entusiasmar só vai fazer com que tenha um ataque de cócegas. Esse pode ficar para outras núpcias!

7 – Barriga
Eis uma área do corpo masculino que lhes pode provocar alguns constrangimentos, já que podem ter tendência para acumular volume nessa área. Se se queixarem que estão com um pouco de peso a mais, diga-lhes que o que têm é mais superfície de prazer. Um elogio é sempre um afrodisíaco. Problemas estéticos à parte, a barriga torna-se ainda mais numa zona erógena porque na cabeça do seu parceiro você está muito perto do Rei-Sol (ou, se chamarmos os bois pelos nomes, do pénis). Se uma festa na zona abdominal faz maravilhas, uma lambidela pode levá-lo perto do sétimo céu.

8 – Coxa
Se já percorreu as partes do corpo acima referidas, quando chegar a este estágio o seu parceiro, ou está em dia ‘não-vale-a-pena-forçar-o-mister’, ou prestes a implorar-lhe que tire a roupa. Como está muito perto do ‘X’ que marca o tesouro principal pode acariciar-lhe o interior da coxa, quer com a boca, língua ou cabelos… a proximidade do seu rosto do ‘ouro’ (sem que contudo haja mais que um roçar ao de leve) é uma provocação que o vai excitar na certa!

9 – Bumbum
Se as nádegas masculinas já prendem a nossa atenção quando vestidas, nuas então… apetece mordiscar, agarrar fervorosamente, dar beijinhos! É certo e sabido que os homens gostam de dar aquelas palmadas paternalistas no bumbum das namoradas. Faça o mesmo, discretamente!
Durante o acto sexual pode também cravar os seus dedos no bumbum de maneira a impor o ritmo ou só para lhe dizer (sem palavras) que lhe está a saber bem!

10 – Testículos
Se o pénis é o rei, os testículos podem ser os príncipes regentes. Apesar do primeiro gostar de ser o centro das atenções, os segundos também não lhe ficam atrás… mas com cuidado. Podem não ser porcelanas da China mas trate-os como se lá estivesse tatuado: ‘agarrar com cuidado’. Desde que não crave as suas unhas, esprema ou dê beliscões não tem muito mais com o que se preocupar. Para o seu namorado ficar, finalmente, a idolatrá-la é só tratá-lo como se fosse um sorvete gigante. E o resto é conversa! Vida longa para o rei e os príncipes regentes!

Comentar